Fotografo: Reprodução
...
Deputado faz comentários sobre o jornalista, que morreu na última segunda-feira (11) (Foto: Reprodução/Facebook)

O ex-deputado federal Wladimir Costa (Solidariedade) foi duramente criticado, nesta quarta-feira (13), em seu perfil nas redes sociais, após fazer inúmeros comentários sobre o jornalista Ricardo Boechat, que morreu após cair de um avião durante um pouso forçado, na última segunda-feira (11).

Em três publicações, Wlad critica a forma como o jornalista é tratado após a morte e especulou o falecimento seria resultado das supostas “blasfêmias” religiosas. “Agora virou santo. Será que a morte do Boechat foi um mero acidente? Obra do destino? Ou será que este jornalista, que tinha prazer de dizer que era ateu e publicamente blasfemava sobre a existência de Deus, e acabou sendo vítima da ira do todo poderoso pai do universo?”, questionou.

Ao longo da publicação, o parlamentar resume outras situações envolvendo o jornalista e seus comentários sobre a igreja, membros religiosos e/ou suas práticas; além de Jair Bolsonaro.

Nas outras duas publicações, também intituladas como “Só falta virar Santo”, Wlad critica Boechat de, supostamente, ter atacado evangélicos, entre eles o pastor Silas Malafaia. Em outra ocasião, ele volta a sugerir que a morte de Boechat foi uma ação divina.

CRÍTICAS

Os comentários de Wlad dividiram opiniões e não demorou muito para que diversos amigos e seguidores surgissem, criticando o posicionamento adotado, enquanto outros aderissem aos mesmos pensamentos. “Perdeu uma grande oportunidade de ficar calado”, disse um. “Ele sendo ateu tinha o livre arbítrio de expôr o que pensava e Deus o amava da mesma forma!”, disse outro. “Olha sinceramente antes um ateu do que um evangélico q se esconde atrás da Bíblia”, respondeu outro.