Fotografo: Reprodução
...
Sem Legenda

A Polícia Civil do Pará prendeu, na quarta-feira (20), durante a operação “O Protetor”, dois homens acusados de estupros de pessoas com menos de 18 anos em Juruti, oeste paraense. As prisões foram realizadas pela equipe de policiais civis do município. Um dos presos é Edilson dos Anjos Santarém que responde processo criminal por violência sexual contra uma criança de nove anos. O caso chegou ao conhecimento da Polícia Civil por meio da conselheira tutelar Cleide Nascimento que levou a avó da vítima até a Delegacia. As informações são da assessoria de comunicação da Polícia Civil.

Aos policiais civis, ela narrou que Edilson abusava da criança sempre que convidava para pescar e, assim, ficava sozinho com a vítima. Em outras situações, conta ela, o acusado abusou da vítima em outras ocasiões. Após realização de exame sexológico forense, os abusos sofridos pela vítima foram confirmados.

A equipe da Polícia Civil composta pelo investigador Juarez Ramos e o delegado Madson Castro, durante as investigações para localizar o acusado, foi até a comunidade Fé em Deus, situada na região do Miri, em Juriti, onde Edilson foi localizado e preso. Na Delegacia, ele confessou o crime.

No outro caso, foi preso João Souza dos Santos por mandado de prisão preventiva. Ele é acusado de estuprar uma menina desde os nove anos de idade, na comunidade Justina, na zona rural de Juruti. Atualmente, a vítima tem 13 anos. Após a comprovação do crime, a prisão preventiva foi requisitada pelo delegado de Polícia Civil do município.