Fotografo: Reprodução
...
Sem Legenda

A Capitania dos Portos estima que aproximadamente 40 mil embarcações irregulares navegam nos rios do Pará. O número é quase o dobro da frota regular no estado. 

Com uma fiscalização insuficiente, relatos de situações de risco, como a que resultou no naufrágio e morte de um jovem no final de semana em Colares, no nordeste do estado, se multiplicam. A Capitania investiga as causas desse naufrágio.

Em 2018, 28 inquéritos foram abertos pela Capitania para apurar acidentes envolvendo embarcações no Pará. Doze pessoas já morreram este nos rios do estado.