Fotografo: Reprodução
...
Sem Legenda

Moradores do bairro da Cabanagem, em Porto de Moz, tentaram invadir neste sábado (16) a delegacia do município para agredir um dos suspeitos de ter matado um jovem na madrugada de sexta-feira (15). Na ocasião, Cleomilson Brito do Nascimento foi executado em frente ao pai, com quatro tiros pelas costas, no momento em que chegava em casa.

A revolta popular aconteceu logo após um dos suspeitos presos pela polícia apontar Wendell Carlos Ferreira de ser o mandante do crime. Segundo informações repassadas por familiares e amigos da vítima, Wendell teria mandado matar Cleomilson devido estar desconfiado de que sua namorada mantinha um relacionamento amoroso com o jovem.

Dezenas de moradores saíram as ruas e foram para a delegacia, onde foram contidas pelos agentes no local. Alguns veículos, supostamente do suspeito, foram depredados. Os populares também foram até uma propriedade de Wendell, e apedrejaram o local.

A Polícia Civil informou que os agentes no local conseguiram dialogar com os moradores revoltados, os fazendo saírem da frente da delegacia.

O Crime

Cleomilson foi executado a tiros no momento em que chegava em sua casa na companhia do pai, na madrugada deste sábado (16), no bairro da Cabanagem.

A vítima foi rendida por dois homens que chegaram em uma motocicleta, ordenando a ambos que deitassem no chão.

Em seguida, segundo relatos repassados à polícia, um dos criminosos atirou pelo menos quatro vezes a queima roupa contra as costas da vítima. O jovem morreu na hora.